PNEUMOLOGIA VETERINÁRIA

Pneumologia Veterinária em Curitiba

A pneumologia veterinária se trata de uma especialidade ainda não regulamentada pelo CFMV. Ainda recente no Brasil, há poucos profissionais que se dedicam a essa especialidade, contudo os estudos por profissionais Veterinários tem avançado bastante baseados sobretudo quando se tem por perspectiva as construções teóricas e metodológicas inerentes à práxis acadêmica do exterior, em especial dos Estados Unidos das América.

Por muito tempo, a cardiologia englobou as afecções respiratórias por ter como sinal clínico em comum a tosse, porém agora cada vez mais profissionais vem se aperfeiçoando somente nas alterações respiratória dos cães e gatos.

O serviço de pneumologia veterinário atende as alterações não somente pulmonares, como na medicina humana, mas também o que seria o trabalho dos otorrinolaringologista como as patologias e afecções de vias aéreas respiratórias superiores, como alterações nasais e de garganta – no caso coanas, larínge e traquéia, além, aí sim, das afecções em via área inferior, que engloba pulmões e suas repartições como brônquios, bronquíolos, alvéolos e parênquima pulmonar, e também a pleura e alterações em parede torácica.

O responsável pelo animal deve sempre estar atento à ocorrência de quaisquer dos sinais clínicos abaixo relacionados, devendo, imediatamente, procurar um serviço médico especializado na área:

SINAIS CLÍNICOS MAIS COMUNS EM PACIENTES ENCAMINHADOS AO SERVIÇO DE PNEUMOLOGIA PARA AVALIAÇÃO

  • Tosse, aguda ou crônica, seca ou carregada;
  • Dificuldade respiratória;
  • Frequência respiratória acelerada (respirando muito rápido);
  • Qualquer alteração no padrão respiratório (respiração mais superficial, por exemplo); 
  • Cansaço fácil, ou intolerância ao exercício;
  • Barulho ao respirar;
  • Falta de ar, dificuldade para puxar o ar;
  • Cianose (língua roxa ou mais escura);
  • Secreção nasal;
  • Espirro, com secreção ou sem;
  • Espirro reverso
  • Apnéia

As doenças que atendemos no serviço de pneumologia podem ser de origem aguda, ou seja, repentina, ou podem ser de origem crônica, que já se estende por dias, meses e às vezes até anos.

As principais doenças, patologias e afecções que chegam para atendimento para nós são:

  • Bronquite, alérgica ou crônica;
  • Bronquiolites;
  • Bronquiectasia,
  • Broncomalácea;
  • Asma felina;
  • Bronquite asmática;
  • Traqueobronquite infecciosa canina (traqueíte, tosses dos canis);
  • Pneumonias e broncopneumonias, que podem ser de origem inflamatória (se chama pneumonite, como a química nas pneumonias aspirativas) ou infecciosa (bacteriana, viral);
  • Edemas pulmonares cardiogênicos ou não cardiogênicos (como o edema pulmonar por alteração de permeabilidade na sepse);
  • Enfisema pulmonar;
  • Fibrose pulmonar;
  • Neoplasia pulmonar primária ou secundária;
  • Atelectasia;
  • Contusão pulmonar pós trauma;
  • Efusão pleural;
  • Pneumotórax;
  • Corpo estranho intranasal;
  • Sangramento nasal (epistaxe);
  • Rinossinusite;
  • Rinite alérgica, associada às vezes a contaminação bacteriana secundária;
  • Rinite linfoplasmocitária;
  • Complexo respiratório superior felino (herpes vírus e calicivírus principalmente);
  • Pólipos e neoplasias intranasais;
  • Fungos nasais (aspergilose sendo o mais conhecido em cães e a criptococose em gatos);
  • Colapso traqueal (colapso de traquéia);
  • Hipoplasia traqueal;
  • Paralisia de laríngea;
  • Síndrome do braquicefálico (prolongamento de palato mole alongado, estenose de narinas, hipoplasia de traquéia, eversão de sacos laríngeos).
  • Muitas vezes secreção ocular também está associada ao quadro respiratório, como a infecção por clamídia nas rinossinusites crôncias felinas, e
  • As afecções bucodentárias podem geral fístula oronasal e contaminações bacterianas ascendentes em narinas.

Existem alterações mais raras também que não podem ser negligenciadas, como por exemplo:

  • Pneumonias parasitárias e fúngicas;
  • Edema pulmonar neurogênico, de pressão positiva e de causas não muito bem compreendidas como após administração de alguma medicação como uma reação de hipersensibilidade;
  • Corpo estranho pulmonar;
  • Discenesia ciliar
  • Pleurites;
  • Xeromicteria (falta de umidade nas vias nasais);

Oferecemos, também, além da consulta e da avaliação por um profissional com capacitação específica para a área de atuação, exames de sangue completos, desde hemograma até sorologia e testes moleculares, como PCR, hemogasometria arterial ou venosa, aferição de saturação de oxigênio, radiografia de tórax, de seios nasais, de traquéia e demais exames diagnósticos, como laringoscopia direta ou por vídeo, lavado traqueal, lavado traqueobronquial, lavado broncoalveolar com cultura, antibiograma e citologia para identificar bactérias e causas inflamatórias, rinoscopia, broncoscopia, encaminhamento para tomografia computadorizada e ressonância magnética.

A infraestrutura do hospital contempla, ainda, um moderno centro de internamento para a realização de todos os cuidados necessários para melhora clínica dos animais eventualmente internados; uma ampla sala de emergência, com equipe treinada especialmente para o tratamento emergencial necessário, com suporte de oxigênio (oxigenioterapia) e, em casos mais graves, que demandem monitorização 24 horas, a estrutura conta com um serviço de UTI com ventilação mecânica (respirador) e todo o aparato necessário para atendimento de pacientes em situação grave.

Lembrando que o paciente muitas vezes chega ao hospital com extrema dificuldade para respirar, necessitando de terapia emergencial imediata, sendo que toda a equipe recebeu treinamento e é capacitada para o procedimento de estabilização. Apenas depois de estabilizado, o animal é encaminhado para a internação ou, sendo o caso, para a UTI de acordo com a indicação do veterinário responsável.

A medicina veterinária está em constante evolução, sendo influenciada, também, pelas mais modernas teorias da inovação, podendo-se afirmar que ascensão de novas especialidades no campo da medicina veterinária está alinhada com os princípios da inovação e são construídas sempre no intuito de oferecer o melhor tratamento possível para o seu pet.

Considerando, por fim, que as afecções respiratórias são a 4ª causa mais frequente de procura por atendimento nos hospitais veterinários, o HSVM, atento às mudanças e às necessidades de seus clientes, resolveu oferecer o primeiro serviço permanente de Pneumologia Veterinária e Afecções Respiratórias integrado à estrutura do Hospital, para tratamentos mais específicos e direcionados ao problema.

Serviço de Pneumologia e Afecções Respiratórias
Responsável técnico: Dra. PAULA GOUVEIA CRMV/PR 12924
[email protected]

Em 1991, com a fundação da Clínica Veterinária Santa Mônica, começava uma história de muito trabalho e disposição para oferecer ao público, o melhor atendimento…

Entre em Contato:

Horários:

Todos os Dias: 24 horas

Em 1991, com a fundação da Clínica Veterinária Santa Mônica, começava uma história de muito trabalho e disposição para oferecer ao público, o melhor atendimento…

Entre em Contato:

Horários:

Todos os Dias: 24 horas.

Em 1991, com a fundação da Clínica Veterinária Santa Mônica, começava uma história de muito trabalho e disposição para oferecer ao público, o melhor atendimento médico-veterinário possível…

Siga-nos:

Entre em Contato:

Horários:

Todos os Dias: 24 horas.
HVSM · 2020 © Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: MarketVet
× WhatsApp